Cesol Recôncavo‎ > ‎

DESAFIOS E PROPOSTAS DA ECONOMIA SOLIDÁRIA NO RECÔNCAVO FIZERAM PARTE DAS DISCUSSÕES DE CONFERÊNCIA EM CRUZ DAS ALMAS

postado em 10 de abr. de 2014 10:00 por Usuário desconhecido   [ 10 de abr. de 2014 10:25 atualizado‎(s)‎ ]
Nos dias 08 e 09 de abril, Cruz das Almas foi o município sede da III Conferência Territorial de Economia Solidária do Recôncavo, um espaço para dialogar os desafios e propostas dentro do Território Identidade, além de proposições a nível territorial, estadual e nacional. O evento, promovido pelo Conselho Territorial do Recôncavo da Bahia – CODETER -, aconteceu no auditório da Biblioteca Municipal Carmelito Barbosa Alves e reuniu mais 80 representantes, entre organizações, empreendimentos e o poder público dos 20 municípios do Recôncavo.

A Conferência de Abertura teve como palestrante convidada Tatiana Velloso, diretora do Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade – CETENS - da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB -, em Feira de Santana e coordenadora da Incubadora de Empreendimentos Solidários Populares da UFRB - INCUBA, ela falou sobre o tema “Economia Solidária como Estratégia de Desenvolvimento”.
 
O superintendente de Economia Solidária do Estado da Bahia, Milton Barbosa, também compôs a abertura com a apresentação das ações da Superintendência de Economia Solidária – SESOL, órgão dentro da Secretaria a de Trabalho, Emprego e Renda – SETRE, responsável por construir e implementar políticas públicas da economia solidária no Estado. O evento também contou a presença da Coordenação Estadual dos Territórios (CET), representada por Rosana Vieira, que destacou a forte presença da Economia Solidária no Recôncavo.

Seminário Territorial de Economia Solidária
 
A coordenadora do Centro Público de Economia Solidária do Recôncavo - CESOL Recôncavo, Suzethe Araujo, apresentou a equipe técnica do centro público e seu papel dentro da economia solidária no território. O momento foi também para a apresentação do Diagnóstico Territorial do Recôncavo, com um panorama geral dos municípios na área de economia, cultura, turismo e sociedade. Como resultado dos Seminários Municipais de Economia Solidária realizado em 19 municípios do território, o CESOL apresentou os 54 grupos priorizados e que serão acompanhados diretamente pela equipe técnica.

Resultados

Após leitura e aprovação do regimento, foi dado início a formação dos quatro Grupos Temáticos (GT’s) - Produção, Comercialização e Consumo; Financiamento: Crédito e Finanças Solidárias; Conhecimentos: Educação, Formação e Assessoramento; Ambiente Institucional: Legislação e Integração de Políticas Públicas – baseados nos três eixos de discussão (Contextualização do Plano Nacional, Objetivos e Estratégias, Linhas de Ação e Diretrizes Operacionais) para a construção de proposições para o Plano Territorial, Estadual e Nacional de Economia Solidária.

O segundo dia foi o momento da Plenária de discussão e priorização de dez proposições que serão levadas para a III Conferência Estadual de Economia Solidária e escolha dos 16 delegados/as (08 dos empreendimentos, 04 das organizações e 04 do poder público) que vão compor a Conferência, prevista para acontecer entre os dias 21 e 23 de maio, em Salvador.


Ascom/Cesol Recôncavo
Comments